Nota de Falecimento

É com profundo pesar que o Fortaleza Esporte Clube comunica o falecimento de seu ex-atleta, Célio Bandeira de Abreu, ao tempo que reforça os sentimentos de solidariedade à família e aos amigos.

Célio tinha 82 anos e atuou pelo Fortaleza entre os anos de 1958 e 1964, sendo campeão cearense em 59 e 60. Disputou a Taça Brasil em 1960 e 61 e Taça Norte-Nordeste em 1960. Célio pertenceu ao time tricolor vice-campeão brasileiro em 1960.

O velório acontecerá nesta terça-feira (21), a partir das 18h, na Funerária Alvorada ( Rua Osório de Paiva, 255) e o sepultamento será amanhã, quarta-feira (22), às 10h, no cemitério São João Batista.

Carta Renúncia do Presidente Luís Eduardo Girão

Prezado presidente do Conselho Deliberativo do Fortaleza Esporte Clube, Sr. Demétrius Coelho, e senhores conselheiros,

O FORTALEZA ESPORTE CLUBE é um dos amores da minha vida, que sempre esteve ao meu lado.

Nunca planejei, sequer imaginei, que um dia viesse a assumir um cargo de direção nesta renomada instituição, que dirá, a Presidência!

Mas no final de abril deste ano, recebi um chamado através de alguns conselheiros devotados ao Clube.
A imagem era a de um querido amigo de infância vivenciando momentos de agonia e quase sem perspectivas para a sua época mais esperada: o Centenário!

Orei, meditei e refleti sobre o que a Misericórdia Divina muito me deu nesta existência. Então, mesmo consciente de minhas inúmeras limitações e imperfeições, senti que podia e devia retribuir dando o máximo de mim para ajudar este amigo especial, confiando sempre na Providência Daquele que tudo pode, tudo sabe e tudo controla.

Sabia que tal atitude exigiria sacrifícios pessoais e familiares, mas também seria uma grande oportunidade de plantar sementes de valores a mim muito caros e, que tinha certeza, seria possível aplicar com êxito no futebol.

Falo aqui da Ética, da União fraterna, da tolerância, da família, da Verdade e do Perdão!

Estes foram os 6 meses mais intensos e desafiadores de toda a minha vida.

Desde o primeiro dia, buscamos ajustar o Fortaleza Esporte Clube, sob o ponto de vista administrativo-financeiro, para alcançar a tão esperada autossustentabilidade.

Entre as medidas adotadas, pode-se destacar a quitação de dívidas urgentes, a reestruturação organizacional e a promoção de ações para ampliar as receitas.

O trabalho teve início ainda no período de transição, já partir do dia 01 de maio. As despesas mensais giravam em torno de R$ 1,5 mi. Já as receitas ficavam em torno de R$ 400 mil.

Além disto, havia a necessidade de regularização de duas folhas e meia de pagamento em aberto (referentes aos meses de fevereiro, além de março e abril), e outras despesas que constavam em atraso, como aluguéis, despesas administrativas, encargos sociais, impostos e acordos trabalhistas.

Para equalizar financeiramente o clube, foi realizado um aporte financeiro de R$ 5.778 mi até o momento, para honrar com compromissos assumidos.

Esses valores foram necessários, inclusive, para possibilitar a disputa do time no Campeonato Brasileiro de 2017.

Buscando uma melhor saúde fiscal, a atual gestão redefiniu emergencialmente o organograma interno.

Foram revistos contratos e quadro funcional, com demissões e contratações, principalmente nos setores administrativo, financeiro e de futebol.

Para o redesenho empresarial também foi contratada assessoria jurídica, de comunicação e marketing, como forma de profissionalizar os setores estratégicos da gestão.

Com os aportes realizados e todas as mudanças efetivadas, houve uma melhoria na receita mensal do clube, que atingiu, no mês de setembro, o valor de aproximadamente R$ 600 mil.

Este resultado também foi alcançado com o incremento no sócio torcedor e as promoções de produtos da marca própria e venda de ingressos.

No período de maio a outubro foi atualizada e paga toda a despesa tributária do clube, sendo em torno de R$ 1,85 mi somente de impostos.

Atualmente, não existem pendências de ordem salarial ou de encargos.

Com o acesso à segunda divisão do Campeonato Brasileiro, as receitas devem crescer em 70%. No entanto, a atual diretoria trabalha de forma responsável, para deixar o clube com equilíbrio econômico financeiro.

Estima-se que, a partir de novembro de 2017, sejam reduzidas todas as despesas para menos de um milhão por mês e a equalização das despesas com as receitas deva acontecer no final do primeiro semestre de 2018.

Claro que essa meta só será alcançada com uma gestão eficaz, advento dos novos patrocínios e os jogos do primeiro semestre.

Com a intenção de manter a transparência e verificar a situação contábil do clube, a atual gestão, com a doação de um Conselheiro que preferiu não se identificar, contratou em junho de 2017, a empresa de consultoria BDO, a quinta maior rede de contabilidade no mundo, para realizar a auditoria nas contas do Fortaleza Esporte Clube.

Com a conclusão das análises, todas as recomendações foram passadas para os departamentos financeiro e contábil para que sejam tomadas as devidas providências corretivas.

O resultado da auditoria está publicado desde hoje no site do Clube.

Enfim, irmãs e irmãos de Ideal, graças a Deus conseguimos conquistar o objetivo mais importante desta tarefa a que nos propomos lá atrás: o tão esperado retorno à série B do Campeonato Brasileiro.

Do ponto de vista material, esta é uma carta de RENÚNCIA da presidência da Diretoria Executiva do Fortaleza Esporte Clube.

Porém, do ponto de vista espiritual, não é e nunca será uma renúncia, pois não existe aqui uma fuga de responsabilidades.

São fortes motivos de ordem pessoal, profissional e, especialmente, familiares que me deixarão ausentes fisicamente, mas jamais fora do projeto ora iniciado.

Uma das principais razões que me fizeram aceitar o desafio de trabalhar voluntariamente como presidente é a confiança que deposito na equipe que doravante conduzirá os destinos do Clube.

Confiança não apenas na capacidade de gestão, mas principalmente nos valores morais.

Ao lado de minha família, que precisa de minha dedicação integral neste momento, permanecerei, assim como milhões de torcedores, apaixonado e interessado no acompanhamento do time dentro e fora do campo.

Permanecerão para sempre gravadas em minha mente e em meu coração experiências fortíssimas vivenciadas nestes seis meses em que servi ao Tricolor de Aço do Pici.

Quero aqui compartilhar apenas uma destas experiências:

O estádio estava quase lotado para o primeiro jogo da final contra o CSA. O time perdia por 2 x 0. Como de costume, me aproximo do túnel de acesso ao campo para recepcionar os jogadores após o término da partida.

Neste momento, meus olhos se fixam num torcedor fanático colado ao alambrado a gritar quase sem voz empurrando o time para o gol.

De repente nossos olhares se cruzam. Ele me reconhece e, num gesto espontâneo e surpreendente, une suas duas mãos expressando sentimento de gratidão e balbucia lentamente: “MUITO OBRIGADO”.

Olhei e apontei para o alto dizendo a ele: ” não agradeça a mim, agradeça a Deus, que teve Misericórdia do nosso Leão “.

Fica aqui a minha eterna gratidão também aos conselheiros, diretores, funcionários, atletas e comissões técnicas de todas as categorias do Fortaleza.

Aos profissionais da imprensa que também estiveram conosco nesta jornada, no dia a dia, sempre com compreensão, respeito e dignidade.

E, sobretudo, gratidão aos torcedores do Fortaleza. Disparadamente a maior marca do Clube. Uma torcida única, incrível, leal e fiel até a medula, e que carregou o time nos braços no momento mais emblemático, na reta final do acesso.

São eles, juntamente com os abnegados funcionários, os maiores patrimônios do Clube.

Agradeço demais aos amantes do futebol cearense que dão a melhor de suas energias para que a magia do esporte seja cada vez mais fraterna neste estado, que não por acaso, é conhecido como ” Terra da Luz”.

PAZ & BEM

Luiz Eduardo Girão
Presidente do Fortaleza Esporte Clube

Fortaleza, 06 de novembro de 2017

Nota de Pesar

É com grande pesar que o Fortaleza Esporte Clube comunica o falecimento do nosso companheiro de trabalho, Carlos Eduardo Vasconcelos, que trabalhava nas categorias de base desde 2009, ajudando nossos jovens atletas. O velório será aberto a amigos e familiares, iniciando às 14 horas, no Paz Eterna (Av. Barão de Studart, 2780). A missa de corpo presente terá inicio às 8 horas de amanhã, sexta-feira (06) e em seguida enterro no Cemitério Jardim Metropolitano.

O dia em que o esporte saiu derrotado

O Fortaleza tem em sua essência o branco da paz, diria Jackson de Carvalho, autor de nosso hino.

Por isso nos causa uma tristeza profunda noticiar que alguns atletas do clube foram covardemente agredidos na saída do estádio Presidente Vargas.

Atos como esses são resultado de atitudes individuais e isoladas, que em nada representam a grandiosidade e a lealdade da torcida tricolor. O clube tem feito tudo para estimular e promover a paz, com ações inovadoras, que vêm sendo elogiadas em todo o país. Seguiremos neste caminho. A paz é uma conquista.

Aos agressores, nossa indignação. E não só isso: o clube vai trabalhar pela identificação e tomará as providências cabíveis.

Aos atletas, nossa solidariedade. Vocês se portaram como autênticos profissionais ao apenas se defenderem. São símbolos de um grupo que está batalhando dentro de campo e unido fora dele.

Essa receita pode até tardar um pouco, mas, em breve, certamente vai dar frutos. Frutos de vitória. Frutos de paz.

NOTA DE APOIO

O Fortaleza Esporte Clube, por meio de seus diretores e funcionários, se solidariza e presta integral apoio ao ex-presidente do Paysandu, Sérgio Serra, e seus familiares, tendo em vista as ações sofridas pelos mesmos no domingo, 02/07, na cidade de Belém (PA). Todos os que fazem o FEC ficaram comovidos com o triste ocorrido, que sem dúvida alguma não pode se repetir, uma vez que o futebol, por ser uma paixão nacional, deve unir e alegrar pessoas, e jamais causar divisão e violência.

O Fortaleza entende que o respeito é a principal regra da boa convivência em uma sociedade saudável. Por isso, nada justifica a ameaça à vida de quem quer que seja. Tratar o outro da mesma forma como gostaria de ser tratado é fundamental dentro e fora do campo.

Esperamos que este episódio sirva de reflexão, para que situações como esta nunca voltem a ocorrer. Que sejamos capazes de contribuir fortemente para uma mudança de paradigma, estabelecendo a cultura da paz, tolerância, com união entre dirigentes, jogadores e torcida de até clubes rivais. Paz & Bem.

Nota Oficial sobre a Liga do Nordeste

NOTA AO PÚBLICO

Das competições regionais que se buscou implantar na última década no Brasil, apenas a Copa do Nordeste se firmou no futebol nacional. E a força da Copa do Nordeste é fruto da paixão do torcedor nordestino e da grandeza dos Clubes de futebol inseridos no contexto da competição.

Tem sido através da Copa do Nordeste que nós, Clubes do Nordeste, estamos mostrando ao mercado nacional, e a grande mídia, a força e a fibra do Povo Nordestino. Estamos mostrando que existe futebol, rivalidade e tradição fora do eixo sul-sudeste. Existe público consumidor e existe produto de qualidade.

Mas claro que, como tudo na vida, a Copa do Nordeste precisa evoluir; se aprimorar para ficar mais atrativa para os expectadores e, essencialmente, precisa buscar maneiras para incrementar as receitas dos Clubes participantes. Precisamos de melhorias sempre, para aprimorar o produto COPA DO NORDESTE.

Nesse sentir, o FORTALEZA ESPORTE CLUBE entende que as decisões tomadas em Assembleia Geral, de 24 de março deste ano, atendem ao melhoramento da competição nesses aspectos que entendemos ser necessário evoluirmos.

Acreditamos firmemente que a Liga do Nordeste, as Federações Estaduais e a Confederação Brasileira de Futebol, de fato, com o novo formato encaminham para o fortalecimento técnico da competição e para incremento comercial da Copa do Nordeste. Acreditamos que somente através da UNIÃO de nós Clubes cobrando juntos, dentro da Liga do Nordeste, e decidindo por Assembleia, que as melhorias técnicas e comerciais virão e a competição se tornará mais forte a cada edição.

Por tudo isso, reafirmamos nossa condição de filiado à Liga do Nordeste e favoráveis à plena continuidade da Copa do Nordeste, nos moldes definidos em Assembleia Geral.

Fortaleza/CE, 05 de julho de 2017

FORTALEZA ESPORTE CLUBE

Nota de Falecimento

É com profundo pesar que o Fortaleza Esporte Clube comunica o falecimento do médico Henrique Antônio Fonseca Mota, ao tempo que reforça os sentimentos de solidariedade à família e aos amigos.

Dr. Henrique Mota foi Chefe do Departamento Médico do Fortaleza entre os anos de 1971 a 1973.

O velório acontece na Funerária Ethernus e o sepultamento será às 16h30, deste sábado (02), no cemitério São João Batista.

Nota de Falecimento

É com profundo pesar que o Fortaleza Esporte Clube comunica o falecimento do advogado Aroldo Mota, ocorrido nesta terça-feira (20), em nossa capital, ao tempo que reforça os sentimentos de solidariedade à família e aos amigos.

Aroldo Mota, renomado advogado eleitoral, era irmão do Conselheiro e ex-presidente do Fortaleza, Jorge Alberto Carvalho Mota.

O velório acontecerá a partir das 23 horas, desta terça-feira (20), na Funerária Ternura, localizada na Rua Padre Valdevino, 2255, Aldeota e a missa de corpo presente ocorrerá na quarta-feira (21), às 15 horas. O sepultamento será às 16h30, no Cemitério Parque da Paz.

Nota de 1 ano de falecimento

8 de junho de 2017, 1 ano do falecimento de Raimundo Nonato Arrais Maia. Conselho Deliberativo, Diretoria Executiva, Funcionários e Torcida se solidarizam com família e amigos do querido Arrais, voz marcante que ficou eternizada ao interpretar o hino do Leão.

Nota Oficial

O Fortaleza Esporte Clube lamenta e repudia os atos de violência ocorridos na última sexta-feira, nas proximidades do Estádio Presidente Vargas, antes do início do jogo contra o Botafogo-PB, pelo Campeonato Brasileiro Série C.

Na ocasião, torcedores do Fortaleza foram surpreendidos com a chegada truculenta de vândalos, no portão principal de acesso ao estádio, conforme visto nas imagens veiculadas e que mostraram, claramente, a não identificação destes vândalos com os símbolos ou cores do Fortaleza Esporte Clube.

De forma preventiva, fora acordado com a Diretoria do Botafogo-PB a entrada de torcida única em nossos jogos, com o intuito de evitar possíveis conflitos. Cabe frisar que o Fortaleza tomou todas as providências de operação de jogo, no sentido de solicitar segurança pública para realização do evento e de alertar sobre os riscos.

Esperamos que as autoridades competentes ajam com o propósito de prevenir futuros ataques aos nossos torcedores e moradores do entorno do estádio e dar a segurança necessária. Pedimos, ainda, que a Polícia Militar, diante dos muitos vídeos apresentados, investigue a ocorrência, a fim de identificar os responsáveis pelo ato e traçar estratégias para os próximos jogos.

Por fim, queremos disseminar a cultura de paz no estádio, em que famílias e pessoas de bem se sintam seguras para frequentar o espaço. Queremos e pedimos segurança para os nossos torcedores. Para isso, o Fortaleza Esporte Clube tem trabalhado para diminuição dos lamentáveis fatos de violência, inclusive participando dos programas do Governo do Estado, que buscam a pacificação nos eventos esportivos.

Diretoria Executiva do Fortaleza Esporte Clube

Fortaleza parabeniza APCDEC pelo aniversário de 67 anos

O Fortaleza Esporte Clube parabeniza a Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (APCDEC) pelo aniversário de 67 anos de existência, nesta quinta-feira, 11 de maio, e agradece pelos serviços prestados ao futebol cearense, sobretudo ao Fortaleza.

Nota de Pesar

O Fortaleza Esporte Clube lamenta o falecimento do cantor e compositor cearense Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, ocorrido neste domingo, manifesta profundo pesar e expressa solidariedade aos familiares e amigos enlutados.

Aos 70 anos, Belchior, nascido em Sobral, marcou história na música popular brasileira a partir dos anos 1970, com diversas canções de sucesso. O cantor deixa um incomparável legado e uma irreparável lacuna a nível estadual e nacional.

Nota Oficial

Nação Tricolor,

Os últimos dias não foram fáceis para nós. Na verdade, infelizmente, os últimos meses. Compartilhamos angústias, preocupações, incertezas e tristezas pelos resultados em campo. Por isso, não há outra forma de iniciar esta Nota Oficial: pedimos desculpas.

Após dois anos (2015-2016) à frente do comando do Fortaleza Esporte Clube, com a conquista do bicampeonato cearense, presença nas quartas de final da Copa do Nordeste duas vezes e nas oitavas de final da Copa do Brasil em 2016, fomos reeleitos com ampla maioria dos votos dos nossos associados em dezembro, em pleito democrático, para um novo biênio.

Seguimos nossos projetos de campanha e demos sequência à profissionalização e modernização do departamento de futebol do clube, com a estruturação do Centro de Inteligência do Fortaleza Esporte Clube (CIFEC) e contratação de um Executivo de Futebol para procurar maximizar os acertos na formação do elenco para a temporada 2017.

Foram estabelecidos critérios – técnico, táticos, físicos e psicológicos – para as contratações, renovações e desligamentos realizados. O grupo de jogadores foi reformulado quase por completo. Os resultados e as atuações, entretanto, não vieram de forma satisfatória ou suficiente.

Deixamos a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e o Campeonato Cearense de forma precoce, o que é lamentável. Por isso, Nação Tricolor, nós, da Diretoria Executiva do Fortaleza Esporte Clube, pedimos desculpas pelos resultados negativos nestes quatro primeiros meses de 2017.

Outros clubes do Brasil e do mundo já passaram por momentos esportivos complicados, com derrotas, insucessos e adversidades – até por décadas. É inerente ao esporte, onde há apenas um vencedor. Isso, porém, não serve de desculpa. Até porque não há outro clube, no Brasil ou no mundo, com uma torcida apaixonada e leal como a nossa, que, ano após ano, bate recordes de público a nível nacional.

Por isso, Nação Tricolor, é momento de olhar adiante. O duro revés sofrido na quarta-feira ainda não cicatrizou, mas servirá de lição. Os últimos dias serviram, também, para análise e reflexão em relação a nossas atitudes nos últimos meses. Afinal, ainda temos mais um ano e sete meses de gestão pela frente.

Teremos, a partir do próximo mês, a oportunidade de escrever uma nova – e vitoriosa – história em 2017. As atitudes cabíveis serão tomadas, sem medir esforços, para disputarmos de forma competitiva o Campeonato Brasileiro Série C em busca do almejado acesso. É nossa obrigação e nosso compromisso colocar o Fortaleza na Série B no ano do centenário.

Pedimos desculpas, mais uma vez, pelos equívocos. Mas precisamos recomeçar a temporada, com os ajustes e as mudanças necessárias. Precisamos, mais do que nunca, do apoio – e também da cobrança – da Nação Tricolor até novembro. E sabemos quem podemos contar com vocês, pois o amor pelo Tricolor é incondicional e interminável. O Fortaleza Esporte Clube, de glória e tradição, retomará os caminhos vitoriosos.

Diretoria Executiva do Fortaleza Esporte Clube

NOTA DE PESAR

O Fortaleza Esporte Clube recebeu na manhã desta terça-feira a triste notícia do falecimento da filha do ex-lateral-esquerdo do Fortaleza, Guto. Nossos sentimentos para Guto e toda sua família por essa perda irreparável, estamos todos devastados por essa perda e desejamos toda a força ao atleta e familiares.

Esperamos que ela seja recebida com festa no céu e abençoe a vida de seus pais na terra, o mais sincero pesar da família Fortaleza Esporte Clube.

Nota oficial sobre o Departamento de Futebol

O 1º Vice-Presidente do clube, Enio Ponte Mourão, se desligou da Diretoria de Futebol do Fortaleza Esporte Clube. O Gerente Executivo de Futebol, César Sampaio, também pediu seu desligamento do Fortaleza.

Os novos componentes para a Diretoria de Futebol e Gerência Executiva deverão ser nomeados pelo Presidente do clube, Jorge Mota nos próximos dias.

NOTA DE PESAR

O Fortaleza Esporte Clube vem por meio desta nota prestar seu profundo pesar e condolências aos amigos e familiares do torcedor José Alcir de Carvalho Xerez, falecido nessa sexta-feira (24/02).

José Alcir tinha 49 anos e deixou dois filhos, Alcyr Filho e Amanda. Desejamos que encontre toda felicidade e tranquilidade na morada do criador.